Nasce - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E RESPONSÁVEIS DO COLÉGIO PEDRO II CAMPUS CENTRO

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Você concorda que adie o início das aulas do Colégio Pedro II ?

13 comentários:

Rosely disse...

Sou totalmente contra o início do ano letivo em abril, imagina na segunda semana então..
Quem está saindo prejudicado (como sempre) são os aluno e os pais, espero que esse ano não ocorra uma nova greve.

Marcia Cristina Rodrigues disse...

Não Concordo

Marcelo Aleksandravicius disse...

Não concordo.

Mariacissaah ! disse...

A justiça existe para resolver esses problemas. A greve durou 83 dias, as aulas não foram repostas totalmente mas pelo jeito as comissões de pais desconhecem o direito de alunos. Entrem na justiça, denunciem o abuso e façam valer o direito às aulas. Afinal se as aulas começarem na segunda quinzena de abril, quando vão terminar, em fevereiro de 2014, ou em novembro, como sempre. E o prejuízo fica com quem? Voces sabiam que provas de vestibular( na íntegra)foram aplicadas na 3a. certificação para alunos da 7a. serie numa determinada unidade?

Helayne disse...

Não concordo. Acho uma tremenda falta de respeito e de comprometimento com os alunos. Servidores públicos que ficam se valendo da estabilidade de que desfrutam para se darem bem. Afinal, querem trabalhar pouco ou quase nada e garantirem que o salário todo mês estará lá depositado. Uma vergonha!

Neyde disse...

Não concordo,de que adiantou a reposição das aulas? assim terão que repor aulas de novo?

Não acredito!!!que vergonha mesmo.

Ribamar - Pai de aluno campus Centro disse...

Bom dia.

Não concordo.

É importante frisar, conforme informou a presidente do Consup, que é de competência do Conselho de Diretores discutir e deliberar sobre Calendário Escolar. E mais, a representação dos conselheiros técnicos administrativos e docentes, deixaram claras suas intenções quando a representação, ou seja, que era mexer em suas férias. O que também não é de competência discutir e deliberar.

Unknown disse...

Como sempre nesses casos , os alunos são os prejudicados . Nos 2 últimos anos , as aulas não foram repostas devidamente, fizeram calendários para enrolar e deixar tudo como está . Sou literalmente contra o adiamento das aulas e acho que , querem mais folgas para que ? Já não tiveram o suficiente nesses 2 últimos anos ? Aulas já !!! Não tá satisfeito ? Peça demissão e vá trabalhar na rede privada de ensino!!! Tenho uma filha que foi tremendamente prejudicada nessas 2 greves , com danos terríveis para a sua formação e é claro , ninguém assume essa situação e danem-se aluna e os seus pais!!!

Teresa - Mãe de alunos do campus Centro disse...

Sou absolutamente contra!

O prejuízo aos alunos é cumulativo com a greves de 2011 e 2012, onde a reposição não foi e nunca será efetiva. Dessa forma, uma semana a menos de férias para os servidores que estiveram tantos dias sem trabalhar no período greve é NADA, diante do prejuízo irrecuperável causados aos alunos.

ERNANI GONÇALVES disse...

É uma vergonha o que esses "professores" e esses técnico-administrativos estão querendo. O mais revoltante é que esses "professores" quando estão trabalhando na iniciativa privada se tornam uns "gatinhos", não reclamam de nada, mesmo que sejam enxovalhados pelas direções desses colégios. Haja covardia. Creio que deveriamos fazer um manifesto e encaminhar ao MEC. Abraços. Ernani Gonçalves

Rinaldo disse...

Totalmente contra!!

Como podemos confiar e apoiar a educação pública, se a todo momento essa instituição prejudica a educação de nossos filhos?? Absurdo já não é mais a palavra para descrever o que acontece no Pedro II atualmente!!

Volta às aulas já!!

Itala Maduell disse...

Sou contra a alteração de calendário do Pedro II, mais uma vez decisões são tomadas sem levar em conta o interesse e bem-estar dos alunos, maiores prejudicados. Atenciosamente, Itala Maduell, mãe da aluna Sofia, do Pedrinho (2º ano)

Silvia disse...

Não concordo. Acho um absurdo. Conheço alunos do PII que estão conseguindo bolsas em ótimas escolas da iniciativa privada e desistindo do PII. Não pela qualidade da escola, mas pela falta de respeito de professores e funcionários e mesmo da direção da escola que se comprometeu em dar o conteúdo todo das matérias apesar da greve, o que não foi concretizado. Escolas como CAP UERJ, CEFET estenderam suas aulas para cobrir as matérias. E o PII? Querem mais férias? Deviam refletir mais sobre suas atitudes e suas vocações.